23 de julho de 2011

Última Parada

Dois momentos finais, duas últimas paradas. Como será para aquelas pessoas quando agem para abandonar o mundo, quando forçam o bater das poderosas asas?

Última Parada

Nenhum comentário:

Postar um comentário