16 de julho de 2017

carrega a luz
com o olhar desviado
o corpo cansado conduz
um cajado maltratado

nada abala o eremita
nem a caverna que habita
os amigos há muito perdeu
e as mulheres também esqueceu

a busca pelo seu nome o consome
e pode ser que tempo ainda tome

Nenhum comentário:

Postar um comentário